Editora Coerência » Arquivos » Mil poemas e um suicídio 
  • Autor: Dylan Ricardo
  • Edição: 1
  • Ano: 2021
  • Gênero: Poesia
  • Páginas: 306
  • Idioma: Português
  • Peso: 250
  • Formato: 16x23
  • ISBN: 9788553272242
  • Mil poemas e um suicídio

    Sinopse

    O livro conta a história de um poeta e escritor que decide se matar ao atingir o milésimo poema escrito. O romance é seguido de cem sonetos. Abandonado não só no peculiar inferno de sua realidade, mas no profundo abismo de um comportamento destrutivo, o protagonista desta obra está completamente perdido. Sonhador, preferiu nutrir seus dias com hábitos quase autistas, buscando no mundo dos livros refúgio e acolhimento. Decidiu imergir na fantasia desejada, apesar de permanecer assombrado pelos fatos do passado. Anacrônico, isolou-se em seu minúsculo quarto, convertendo a sua cela mental em cárcere físico, e ali, vitimado por lembranças e desejos, regurgitou violentamente em textos suas perdas, sonhos, dores e revoltas. Sua existência, por ser recheada de infaustos eventos, forneceu material suficiente para o pessimismo e desesperança que permeia suas composições: prolongamentos de sua própria personalidade transtornada.

    Dylan Ricardo
    Dylan Ricardo, brasileiro da cidade de Recife, mas, cidadão do mundo. Viveu na Palestina e em Montreal, Canadá, país do qual obteve cidadania. Em viagens aos EUA, Portugal, Inglaterra, Cuba e Cabo Verde, bem como pelo interior de sua terra, Brasil, buscou inspiração para futuras obras, as quais hoje escreve, dedicadamente, pelas madrugadas. Escritor e poeta, é autor dos livros Murmúrios das Trevas (dez contos de horror), Mil poemas e um suicídio, a biografia de um homem sem esperança (este com um romance e cem sonetos), Nas Brumas do Desalento, No Zênite da Insanidade, Asas de Pedra, Do Inferno e Estado Terminal, todos com poemas de inspiração gótica, decadentista, simbolista, oitocentista, romântica e ultrarromântica. Além de dedicar-se no momento a outros livros de poesias e horror, enveredou também pelas peças de teatro. Seu interesse e sombria necessidade de investigar os insanos hábitos humanos o levaram a aprofundar-se não só em estudos de filosofia e psicologia, mas na própria literatura. O que lhe auxiliou bastante na descoberta de seu estilo. E assim, utilizando sua experiência de vida somada à técnica adquirida pelas contínuas leituras desenvolveu seus escritos.

    Assine nossa newsletter e receba nossas atualizações!